planalto-central-2.jpg

A serra da Estrela é constituída por extensos afloramentos de granitos, com idade entre 340 a 280 milhões de anos, intercalados com rochas metamórficas, como os xistos e os grauvaques, de idade entre 650 a 500 milhões de anos. Estas formações geológicas, dominantes, são atravessadas por numerosos filões de quartzo, de pegmatitos graníticos e de doleritos.

1-Planaltosuperior 2-RioZezere

 Planalto superior da Estrela

  Rio Zêzere, Vale de Amoreira

Nas áreas de granitos, com maior expressão no extremo norte da montanha e no maciço superior e zonas envolventes, a paisagem é dominada por planaltos extensos delimitados por vertentes abruptas. Nestas zonas, os cursos de água encontram-se instalados sobre a rede de falhas e fraturas tectónicas existente, apresentando, por isso, um traçado essencialmente retilíneo. Nos locais que estiveram sujeitos à ação dos glaciares, durante o último período glaciário, podem observar-se formas erosivas, como circos e vales glaciários e rochas aborregadas, bem como formas de acumulação, como moreias e blocos erráticos. Os testemunhos mais impressionantes deste período incluem, entre outros, o vale superior do Zêzere, a Garganta de Loriga, a Nave de Santo António, a moreia lateral do Covão do Urso, os blocos erráticos na margem norte da Lagoa Comprida e o Poio do Judeu, bloco errático de dimensões ciclópicas.

 3 - vale glaciar do zzere  4 - covo da nave garganta de loriga  5  covo do urso
 Vale glaciar do Zêzere

  Covão da Nave

  Covão do Urso

 6 - nave sto antnio  7-blocoserraticos  8-poiodojudeu

  Nave de Santo António

 Campo de blocos erráticos

 Poio do Judeu

 

Categoria: Serra da Estrela