planalto-central-2.jpg

A Rota da Garganta de Loriga faz a ligação entre o planalto superior da serra da Estrela e a vila de Loriga.

Passa por locais ainda hoje usados pelos pastores e rebanhos transumantes. A caminhada é exigente, mas a paisagem compensa o esforço com momentos de total absorção com a natureza.

O percurso compreende uma paisagem marcada, em quase toda a sua extensão, por abundantes testemunhos glaciários característicos do último período frio que se abateu sobre esta área. No trajeto, salienta-se uma sucessão de quatro depressões designadas por covões Boieiro, do Meio, da Nave e da Areia, que albergam um conjunto de espécies de fauna e flora raras e exclusivas dos habitats de montanha da serra da Estrela.

FICHA TÉCNICA
Tipo de percurso: pequena rota linear
Distância: 8,77 km
Duração aproximada: 3h30
Grau de dificuldade: IV – difícil
Época recomendada: maio a outubro

Alerta – O tempo pode mudar repentinamente. Consulte as precisões meteorológicas previamente e leve agasalho, impermeável e botas de montanha. 

PR5-SEI_folheto_GARGANTA_DE_LORIGA_PT

PR5-SEI_folheto_GARGANTA_DE_LORIGA_EN

Covao-da-Nave-1-1920x1080salgadeiras JulhoPastoricia Garganta-de-Loriga-2-1920x1080Covao-da-Nave Jun20-3-1920x1080Albufeira-do-Covao-do-Meio-4-1920x1080Covao-Boieiro Jun20-4-1920x1080Garganta-de-Loriga120-1920x1080

 

 

Categoria: Percursos